4 maneiras de nos prepararmos para a guerra contra o adversário

Os capítulos sobre guerra. Talvez você pense que as histórias dessas batalhas são fascinantes ao mesmo tempo que busca entender o estratagema usado pelos nefitas e os lamanitas, ou talvez você tenha dificuldades para encontrar uma aplicação pessoal enquanto lê histórias de guerra.

Ler esses capítulos do Livro de Mórmon me fez lembrar de uma amiga que estava passando por um momento muito difícil com seu esposo. Ela descobriu que ele tinha um caso, e foi horrível. Quando ela me contou como passou por tudo isso, ela disse que se apegou aos capítulos sobre guerra do Livro de Mórmon.

E eu disse: “Como assim, os capítulos de guerra? Por que você não leu as Bem-Aventuranças ou 3 Néfi ou algo assim?” E ela disse que era porque sentia que estava lutando por sua família.

E isso mudou completamente as coisas enquanto lia, porque em vez de pensar nos capítulos como uma guerra, se tornou muito mais pessoal, como uma guerra contra o adversário.

Ao ler Alma 43-52, senti que muitos versículos podem nos ajudar a nos preparar para nossa própria guerra pessoal contra o adversário. Separei essas passagens em 4 perguntas que podem auxiliar em nossa preparação.

1. Qual é o meu desígnio?

Uma das razões pelas quais os nefitas tiveram sucesso na guerra é pela forma intencional como Morôni organizou seu povo para trabalhar em conjunto com um “desígnio” específico.

No capítulo 43, aprendemos que os desígnios (ou desejos) de Antiônum eram “instigar a ira dos lamanitas contra os nefitas… para adquirir poder sobre os nefitas” (Alma 43:8). Por outro lado, o desígnio de Morôni e dos nefitas era “proteger suas terras e suas casas e suas esposas e seus filhos, para poderem defendê-los das mãos de seus inimigos; e também conservar seus direitos e seus privilégios, sim, e também sua liberdade, para poderem adorar a Deus segundo seus desejos” (Alma 43:9).

Jovens Guerreiros de Helamã

Por isso é muito importante pensar sobre o seu desígnio. Qual é o seu desígnio específico para si mesmo ou para sua família? Pense por um momento e escreva qual é o seu desígnio. Você pode até começar como uma lista de desejos/esperanças ou uma meta para ajudá-lo a se aproximar de seu desígnio.

Uma vez que você tem um desígnio e está preparado, então você está pronto para a guerra, e Morôni sabia disso. É importante saber pelo que está lutando, e contra quem está lutando.”

2. Como posso evitar a tentação?

Em Alma 47:10-12, Amaliquias persistentemente pede a Leônti para “descer” e se encontrar com ele. Em seu discurso da conferência geral de outubro de 2008, “Coragem Cristã: O Preço de Seguir a Jesus,” o Élder Robert D. Hales compartilhou o seguinte:

“No Livro de Mórmon, lemos sobre Leônti e seus homens que acamparam numa montanha. O traidor Amaliquias instou Leônti a “descer” e encontrá-lo no vale. Mas quando Leônti desceu a montanha, foi envenenado “aos poucos” até morrer, e seu exército caiu nas mãos de Amaliquias (ver Alma 47). Com argumentos e acusações, algumas pessoas tentam rebaixar-nos. Porém, é no nível mais elevado que se encontra a luz. É no alto que primeiro vemos a luz da manhã e a última do entardecer.

É no alto que reside a segurança. Lá está a verdade e o conhecimento. Às vezes, certas pessoas querem nos fazer descer de lá e juntar-nos a elas em argumentação teológica. Essas poucas pessoas que criam contendas estão determinadas a entrar em debates religiosos, on-line ou pessoalmente. É sempre melhor que mantenhamos o bom nível de respeito e amor mútuos.”

No manual Vem, e Segue-Me – Estudo Individual e Familiar, lemos:

“Satanás sabe que a maioria de nós não está disposta a cometer grandes pecados ou a acreditar em grandes mentiras. Portanto, ele usa mentiras e tentações sutis para nos levar a pecados aparentemente pequenos — tantos quanto ele acha que aceitaremos. Ele continua fazendo isso até que nos afastamos da segurança de uma vida reta. Enquanto estuda, pense em como Satanás pode tentar enganá-lo.”

3. Como posso ser “como o Morôni”?

Na Alma 48:17 lemos:

“Se todos os homens tivessem sido e fossem e pudessem sempre ser como Morôni, eis que os próprios poderes do inferno teriam sido abalados para sempre; sim, o diabo nunca teria poder sobre o coração dos filhos dos homens.”

O manual Vem, e Segue-Me – Estudo Individual e Familiar nota que se seguirmos a admoestação para nos tornarmos “semelhantes a Morôni” podemos nos tornar mais como o Salvador e diminuir o poder do adversário em nossas vidas. Ele sugere que se faça o seguinte:

“Preste atenção aos atributos e às ações de Morôni descritas em Alma 43–52, mais particularmente em 46:11–28 e 48:7–17. O que o impressiona a respeito desse “homem poderoso”? Como os atributos e as ações semelhantes às dele podem enfraquecer o poder do diabo em sua vida? Pense sobre o que você se sente inspirado a fazer para seguir o exemplo de Morôni e se tornar mais semelhante ao Salvador.”

4. Como posso ensinar os meus filhos a resistir à tentação?

Os capítulos sobre guerra marcam os primeiros capítulos não representadas pela Igreja nos Vídeos do Livro de Mórmon, mas se você está procurando um vídeo para chamar a atenção dos seus jovens, o manual Vem, e Segue-Me para Quóruns do Sacerdócio Aarônico e Classes das Moças sugere quatro vídeos para acompanhar a lição desta semana:“Ouse Ficar Sozinho”, “195 Vestidos”, “Permanecer Dentro dos Limites”, “Guiado em Segurança para Casa”.

Fonte: LDS Living

Relacionado:

Por que Mórmon via o Capitão Morôni como um herói?

The post 4 maneiras de nos prepararmos para a guerra contra o adversário appeared first on maisfe.org.

O post 4 maneiras de nos prepararmos para a guerra contra o adversário apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *