2 Maneiras de encontrar esperança durante tempos de desespero

No estado de Washington, estamos em nossa oitava semana da campanha do governo “fique em casa”, para ajudar a parar a propagação da COVID-19.

Pessoalmente, tento pensar em dias melhores, mas há muito pessimismo por aí. Parei de ler alguns tipos de noticiários, porque parece que a única informação a ser publicada são previsões terríveis e notícias tristes.

Com um cientista social, sei que as estatísticas podem ser ajustadas para fazer qualquer coisa parecer um fato, então é difícil saber quais informações são precisas e quais são exageradas ou meias verdades.

Às vezes, é difícil ser positivo e perseverar quando a negatividade é o sentimento prevalecente. Talvez você tenha se sentido da mesma forma ultimamente.

Aproveitar até o fim

A um tempo atrás, eu estava em uma vídeo-ligação com as missionárias enquanto elas ensinavam sobre a doutrina de Cristo.

Uma das missionárias falou sobre o conceito de perseverar até o fim e afirmou. “Gosto de pensar nisso mais como ‘aproveitar’ até o fim.” As palavras dela me inspiraram.

Porque precisamos crescer espiritualmente, haverá momentos em que a vida será difícil e árdua. Mas isto não significa fazer caretas e sofrer em nosso caminho através dessa experiência mortal.

Pelo contrário, “os homens existem para que tenham alegria” (2 Néfi 2:25). Desafios geralmente não levam automaticamente à felicidade, precisamos ativamente esperar pelo que é bom.

Lembro-me de quando era um jovem rapaz e novo membro do Boy Scouts of America. O verão se aproximava e o acampamento de escoteiros também.

Eu era o mais velho dos meus amigos na Igreja, então nenhum deles tinha idade para ir ao acampamento de verão.

Então, fui com um grupo de jovens que eu não conhecia. Eu não tinha amigos no grupo e provavelmente não havia tido nenhum contato com eles antes do acampamento, então me tornar amigo daqueles rapazes seria desafiador.

E para completar, eu não queria ir para o acampamento de escoteiros, então minha atitude foi a pior possível.

Lembro-me que aquela semana foi muito longa. As horas pareciam dias. Eu sentava sozinho em uma grande pedra na beira do lago e chorava. Eu estava muito triste.

Ao mesmo tempo, havia muitos rapazes a minha volta felizes e que escalavam torres, faziam nós e andavam de barco. Por que eu não conseguia encontrar a felicidade quando ela parecia estar em toda a minha volta?

Se é a vida é para ser vivida com felicidade, mas ao mesmo tempo sentiremos oposição e sofrimento, então como essas duas ações são retificadas?

Como podemos encontrar felicidade em meio a luta? Acredito que a chave para isto é a esperança.

A esperança é uma característica importante que não recebe um tratamento direto nas escrituras, mas Mórmon ensina que fé e esperança são interdependentes uma sobre a outra:

“Portanto, se um homem tem fé, ele tem que ter esperança; porque sem fé não pode haver qualquer esperança.” (Moroni 7:42).

Entendemos bem o que é a fé, mas temos uma compreensão menor de esperança. Talvez um pequeno exemplo ajudará a definir o que significa ter esperança.

Quando eu era pequeno e estava na Primária, eu cantava “Eu quero ser um missionário”. Eu espero.

Agora pense na diferença se mudássemos as palavras para “eu acredito que serei um missionário”.

Não há uma conotação diferente? Com a palavra acredito, parece que o significado é “entendo o programa da missão e estou confiante que no templo certo poderei enviar o meu chamado missionário”.

Há uma apreciação factual do processo, mas falta um elemento emocional. Com esperança e o querer, o sentimento parece ser “Não vejo a hora servir uma missão e realmente quero ser um missionário da Igreja”.

A esperança transmite expectativas positivas e otimistas. Quando temos fé, temos a convicção de que algo é verdade.

Quando temos esperança, temos uma conexão emocional com aquela mesma verdade e a antecipamos alegremente.

Ter fé cria uma fundação espiritual forte que nos ajuda a permanecer fortes e fieis durante tempos difíceis.

Ter esperança nos ajuda a permanecer alegres e positivos, “aproveitando” até o fim, ao invés de simplesmente perseverar.

Aumentar a nossa esperança pode render grande felicidade e alegria. Vou compartilhar com você duas coisas que podemos fazer para aumente a esperança em nossa vida.

Olhar para trás para lembrar-se

O presidente Spencer W. Kimball disse que talvez a palavra mais importante da língua inglesa seja “lembrar-se”, pois ajuda a nos mantermos concentrados no que é verdadeiramente importante.

O futuro é sempre incerto, o que nos deixa vulneráveis a nos preocuparmos com todos os tipos de desastres potenciais.

Lembro-me de aplicar para um estágio durante meu doutorado na BYU. Havia um dia em que diversos estágios seriam oferecidos em todo o país.

E havia um número muito maior de candidatos do que o número de estágios, então alguns estudantes ficariam de fora.

Se eu não recebesse conseguisse o estágio, isso atrasaria minha graduação em um ano inteiro, o que naquele momento parecia uma eternidade.

Eu estava muito preocupado e angustiado com a possibilidade de não receber uma oferta. Sentei-me no escritório de um dos meus professores e expressei a ele meu medo de não conseguir um estágio naquele ano.

Ele olhou para mim atentamente e disse: “David, o Senhor te embalou em Suas mãos a vida toda. O que faz você pensar que Ele vai parar agora?”

Foi um conselho profundo e me trouxe paz. Ele estava certo. Ao refletir sobre minha vida até aquele ponto, lembrei-me de muitas vezes em que estava preocupado com eventos futuros.

Em cada caso, se eu podia ver ou não na época, os resultados sempre foram para o meu bem.

Acredito que todos podemos aplicar essa estratégia para desenvolver mais esperança. De certa forma, é simplesmente uma questão de conduzir uma avaliação objetiva do passado.

Você está desesperado com algum evento futuro? Não há como você realmente saber o que acontecerá. Portanto, o melhor que você pode fazer é olhar para o passado e ver como o Senhor o guiou durante a aflição.

Ao refletir sobre seu passado, o que você vê? Porque conheço o caráter amoroso e compassivo de nosso Pai Celestial, estou disposto a apostar que você encontrará a mão Dele em seu passado, da mesma forme que eu encontrei.

Você encontrará momentos em que estava estressado ou desesperado, implorando por ajuda de Deus e, com o tempo, Ele respondeu às suas orações e o livrou da sua dor.

Provavelmente, você já teve experiências semelhantes repetidas vezes. Se o Pai Celestial o ajudou muito, aliviando seus fardos, por que Ele iria parar agora? Ele não vai parar.

Enquanto você se esforça para guardar Seus mandamentos, Ele continuará a apoiá-lo como sempre.

Ao lembrar-se desses momentos, você pode aumentar a sensação de esperança de que também será liberto de todos os desafios atuais, de acordo com a vontade e o tempo do Senhor.

Olhar para a frente com alegria

No Livro de Mórmon o povo de Lími e o povo de Alma eram contemporâneos, mas viviam em sociedades separadas.

Na mesma época, ambos acabaram em escravizados pelos lamanitas. Nenhum desses grupos deveria ter qualquer esperança razoável de libertação.

Eles estavam em menor número e dominados por seus inimigos, longe daqueles que podiam ajudar. Do ponto de vista objetivo, a servidão parecia a única coisa que lhes restava.

Mas o Senhor tinha planos diferentes. Após uma reviravolta inspirada, Lími foi capaz de desenvolver uma estratégia de fuga para seu povo. Ele se dirigiu ao seu povo da seguinte maneira:

“Ó vós, povo meu, levantai a cabeça e sede confortados; porque eis que o tempo está próximo, ou melhor, não muito distante, em que não estaremos mais sujeitos a nossos inimigos, apesar de nossas muitas lutas, que têm sido em vão; contudo, acredito que resta uma luta eficaz a ser travada. Portanto, levantai a cabeça e regozijai-vos e ponde vossa confiança em Deus.” (Mosias 7:18-19)

O povo de Alma teve uma experiência semelhante, ao receber a seguinte revelação enquanto estava em cativeiro:

“E aconteceu que a voz do Senhor lhes falou em suas aflições, dizendo: Levantai a cabeça e tende bom ânimo, porque sei do convênio que fizestes comigo; e farei um convênio com o meu povo e libertá-lo-ei do cativeiro.” (Mosias 24:13)

Observe as partes enfatizadas em cada relato. As pessoas foram aconselhadas a “levantar a cabeça” e “regozijar-se” ou “ser consoladas”.

Lembre-se, eles ainda estavam em cativeiro na época. Eles tinham guardas armados patrulhando suas cidades e foram submetidos a fardos físicos e emocionais.

No entanto, o conselho era para que fossem positivos, e esperassem com alegria. Por quê? Porque a libertação deles finalmente chegaria, e isto era algo para se alegrar.

Nosso futuro sempre será incerto. Embora possamos ter uma certa expectativa do que achamos que acontecerá. Nunca saberemos com certeza, até que aconteça.

Como o futuro é realmente desconhecido, pode fazer tanto sentido esperar com alegria quanto esperar com desespero.

Então, por que não esperar com esperança e confiança? Se podemos ver o amanhã com uma lente positiva ou negativa, por que não escolher a positiva?

Eu sei que isso é muito mais difícil de fazer do que falar, mas a escolha é realmente simples assim.

Para alguns, desenvolver esperança exige muito trabalho para mudar mentes cronicamente negativas, mas com esforço paciente e ajuda celestial, é possível.

Quando pensarmos no futuro, vamos nos esforçar para dizer, “Minha vida pode não ser tão boa agora, mas acredito que será melhor nos próximos dias. Eu confio que o Senhor me ajudará. Eu sei que com o tempo, Ele aliviará meus fardos.

Às vezes, esse pensamento não é da nossa natureza ou pode ser considerado irreal por outras pessoas, mas não há nada de errado em pensar dessa maneira.

Na verdade, esse pensamento está em harmonia com a doutrina revelada e o que sabemos sobre o tratamento do Pai Celestial àqueles que se esforçam para cumprir seus convênios.

Desenvolver uma maior esperança requer prática, que envolve olhar para o futuro com positividade e confiança de que as coisas vão dar certo.

O futuro não está escrito. A maneira como escolhemos pensar sobre isso depende inteiramente de nós. Deus o abençoe ao aplicar o esforço necessário para alcançar uma esperança maior.

Fonte: LDS Living

Relacionado:

Como Cristo nos ajuda a superar a ansiedade

O post 2 Maneiras de encontrar esperança durante tempos de desespero apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *