Como posso ter um relacionamento pessoal com Cristo se oro a Deus?

Pergunta

Sempre escuto que devemos desenvolver um relacionamento pessoal com Jesus Cristo. Acho muito difícil desenvolver esse relacionamento, porque oro para o Pai Celestial e não para Jesus Cristo. Como posso ter um relacionamento pessoal com Cristo se oro a Deus?

Resposta

Em 1982, o Élder Bruce R. McConkie do Quórum dos Doze Apóstolos nos deu um discurso em um devocional na BYU, intitulado “Nosso Relacionamento com o Senhor”, onde ensinou:

“Há na eterna Trindade, três personagens – o primeiro Deus, o Criador; o segundo Deus, o Redentor; e o terceiro Deus, o Testificador. Estes três são um – um em propósitos, em poderes e em perfeições. Mas cada um tem seu próprio trabalho para desempenhar, e a humanidade tem um relacionamento definido, conhecido e específico com cada um deles. É deste relacionamento que vamos falar agora.”

Quando penso sobre o nosso relacionamento pessoal com Cristo penso que o melhor termo é um que Cristo pessoalmente usou – amigo.

Uma das grandes oportunidades que temos nessa vida é de nos tornarmos amigos de nosso Redentor, nosso Mediador com o Pai. Quando Cristo viveu na terra ele afirmou:

“Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor, mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer.”  João 15:13-15

Precisamos enfatizar a última parte para sermos amigos de Cristo. Ele especifica que se somos seus amigos, Ele nos ensinará “todas as coisas” que ouviu do Pai.

Cristo é quem nos leva ao Pai. Ele é o caminho para sermos recebidos pelo Pai. Sua pergunta até destaca isso, oramos a Deus em nome de Jesus Cristo, porque sem o nosso Salvador não podemos ser recebidos pelo Pai.

Sabemos que o terceiro membro da Trindade é o testificador, e é por revelação que o Senhor revela a nós o caráter do Pai e do Filho.

mudanças em janeiro

Em seu discurso, o Élder McConkie disse:

“Além disso, se uma revelação vier de, ou pelo poder do Espírito Santo, normalmente as palavras serão do Filho, embora o que o Filho diz seja o que o Pai diria, e as palavras possam ser consideradas como do Pai.”

Acredito que o nosso Salvador se referiu a essa ideia quando Felipe perguntou se ele poderia ver o Pai em João 14:9:

 “Estou há tanto tempo convosco, e não me conheces, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?”

Como filhos e filhas de Deus, nos despojamos de nosso homem natural (Mosias 3:19) ao nos rendermos ao Espírito de Deus e nos aproximarmos de Deus e de Jesus Cristo.

Ao nos aproximarmos do Pai, nos aproximaremos do Filho, e ao cultivarmos nossa amizade com o Filho, cultivaremos nossa amizade com o Pai – porque Eles são um.

O Élder McConkie, no mesmo discurso mencionado anteriormente explica um pouco melhor:

“Quem pode duvidar que a missão de Cristo é revelar o Pai, nos levar ao Pai, e nos ensinar a como adorar ao Pai, a nos reconciliarmos com o Pai?”

Em parte, é por isso que amo o “Juramento e Convênio do Sacerdócio” e os seguintes versículos em Doutrina e Convênios 84:36-40:

 ‘Pois aquele que recebe os meus servos, a mim me recebe;

E aquele que me recebe a mim, recebe a meu Pai;

E aquele que recebe a meu Pai, recebe o reino de meu Pai; portanto, tudo o que meu Pai possui ser-lhe-á dado.

E isto está de acordo com o juramento e convênio que pertencem ao sacerdócio.’

Portanto, todos os que recebem o sacerdócio recebem esse juramento e convênio de meu Pai, que ele não pode quebrar nem pode ser removido.’

Não podemos estar junto ao Pai (e desenvolver um relacionamento com ele) se não for por meio do Filho, e o Filho deseja que sejamos seus amigos.

Portanto, lemos os seguintes versículos de escrituras:

“Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de todo o teu poder, mente e força; e em nome de Jesus Cristo servi-lo-ás.” (D&C 59:5)

“Se me amais, guardai os meus mandamentos.”. (João 14:15),

Então, o Élder McConkie continua:

“Esses, então, são os mandamentos dos mandamentos. Eles unem o Pai e o Filho juntos, como um, então ambos recebem nosso amor e serviço.”

Fonte: Ask Gramps

Recomendado:

A Igreja de Jesus Cristo lança nova iniciativa de Páscoa: Venha #OuvirOSenhor nesta Páscoa

O post Como posso ter um relacionamento pessoal com Cristo se oro a Deus? apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *