Como ter sucesso no casamento eterno, de acordo com o Élder Carl B. Cook

O Élder Carl B. Cook fala com sua esposa, a irmã Lynette Cook, antes de falarem juntos sobre o casamento durante o devocional mundial para jovens adultos no Tabernáculo de Salt Lake, em Salt Lake City, no domingo, 5 de maio de 2019. Foto: Silas Walker, Deseret News

Enquanto falava em um devocional anterior com jovens adultos solteiros em Nairobi, Quênia, o Élder Carl B. Cook , da Presidência do 70, soube que muitos dos homens sentiam que as mulheres esperavam que eles tivessem um diploma universitário, um carro e uma casa antes de considerarem o casamento. Por outro lado, várias mulheres disseram que estavam dispostas a esperar por essas coisas se os homens estivessem trabalhando ativamente para obtê-las.

Durante o devocional mundial para jovens adultos no domingo, 5 de maio, o Élder Cook pediu aos jovens homens adultos solteiros reunidos no Tabernáculo de Salt Lake para levantarem as mãos se fossem trabalhadores e de bom caráter, mas sentiam-se despreparados no aspecto temporal para o casamento.

E para as jovens mulheres adultas solteiras, ele pediu àquelas que estavam dispostas a esperar por essas bênçãos temporais com um homem de bom caráter, que levantassem as mãos.

Em cada caso, muitas mãos foram levantadas.

“Se algum de vocês olhou pela da sala e viu alguém interessante com a sua mão no ar, bem…” ele disse.

O Élder Cook e sua esposa, a irmã Lynette Cook, falaram sobre progredir rumo ao casamento eterno durante o devocional noturno no Tabernáculo de Salt Lake. Ainda mais assistiram ao evento, que foi transmitido para 99 países e em 39 idiomas.

É um assunto que inclui todos, “incluindo a irmã Cook e eu”, disse ele. “Casados ou solteiros e independentemente da idade, todos nós podemos progredir de onde estamos atualmente.”

O casamento eterno é a ordenança coroação do evangelho de Jesus Cristo, ensinou ele. “Somente por meio do recebimento dessa ordenança do sacerdócio e do cumprimento de nossos convênios, podemos receber a bênção de continuar como marido e mulher, companheiros eternos após a morte”.

Por causa do fato de o casamento entre homem e mulher ser essencial para o plano de Deus, o adversário está lutando contra ele. Satanás criou um tsunami de influências destrutivas — como pornografia, infidelidade, individualismo, falta de comprometimento e casamentos fracassados.

O que pode ser feito para combater a influência do adversário?

“A resposta é simples”, disse o Élder Cook. “Você pode viver o evangelho de Jesus Cristo, basear-se no poder de Sua expiação, preparar-se para Seu retorno e ajudar os outros a fazerem a mesma coisa.”

Casamentos felizes e bem-sucedidos são construídos com base no “fundamento evangélico da fé no Pai Celestial, em Jesus Cristo e em Sua expiação; na oração, no arrependimento, no perdão, no amor, na honestidade, na fidelidade, na unidade e nos convênios do templo “, disse ele.

Os participantes ouvem o Élder Carl B. Cook falar sobre o casamento durante o devocional mundial para jovens adultos no Tabernáculo de Salt Lake, em Salt Lake City, no domingo, 5 de maio de 2019. Foto: Silas Walker, Deseret News

Cada casal terá que lidar com obstáculos à medida que progridem em direção ao casamento eterno, tais como expectativas irreais, complacência e inadequado ou uso excessivo de tecnologia e mídia.

Os participantes ouvem e tomam notas enquanto o Élder Carl B. Cook fala sobre o casamento durante o devocional mundial para jovens adultos no Tabernáculo de Salt Lake, em Salt Lake City, no domingo, 5 de maio de 2019. Foto: Silas Walker, Deseret News

As expectativas não devem ser muito altas ou muito baixas, disse o Élder Cook. “Ao nos comunicarmos abertamente e honestamente com o Pai Celestial por meio da oração sincera, com real intenção, Ele nos guiará.”

Fonte: ChurchNews

Relacionado:

O segredo para um casamento de sucesso

O post Como ter sucesso no casamento eterno, de acordo com o Élder Carl B. Cook apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *